Ecomapeamento das interações

De Wiki das Águas
Revisão de 17h09min de 15 de janeiro de 2022 por Waterops (discussão | contribs)
(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)

Comumente o Ecomapeamento das Interações é uma metodologia de pesquisa descritiva que tem “como objetivo primordial a descrição das características de determinada população ou fenômeno”(Pág 16)[1]

A partir da Teoria Geral dos Sistemas (TGS), são possíveis caracterizações conforme hierarquia (super-sistema, sistema, subsistemas), quanto a origem (teleológico ou emergente) e em relação a tipologia de sistemas.

Pode ser interessante para aglomerados - e essencial para comunidades e grupos - aprofundarem o conhecimento sobre si mesmos, conforme descreve Vivianne Amaral em um de seus estudos[2] sobre ruídos na clusterização em redes sociais:

Necessário para o fortalecimento de um grupo é o reconhecimento de sua importância pela comunidade maior da rede, o que acontece a partir do conhecimento que esta tem de suas atividades. Para que isso ocorra, a visibilidade das atividades do grupo para a comunidade geral é condição fundamental.

Com o Ecomapeamento de interações a pessoa ou organização deverá ser capaz de:

  1. Definir e identificar uma rede social;
  2. Identificar as dinâmicas de comunicação de uma rede e seus hubs;
  3. Reconhecer a conectividade distribuída e utilizá-la em suas atividades.


Referências

  1. In: J.B.M. Alves e V.M. Kern, Congresso TGS 2011: Caderno de anais da disciplina Teoria Geral de Sistemas. Florianópolis, SC: Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento, Universidade Federal de Santa Catarina, 2011.
  2. Disponível em < https://docs.google.com/a/criacorpo.com.br/viewer?a=v&pid=sites&srcid=ZGVmYXVsdGRvbWFpbnxyZWRlc29wZXJhdGl2YXN8Z3g6M2NmYzdhYmUyNmJiZDdl >